Alex Poatan, biografia e estatísticas do lutador UFC

Se você perguntar para algum fã de MMA quem é Alexsandro Pereira muito provavelmente não conseguirá uma resposta satisfatória. Mas pergunte para algum fã de kickboxing quem é Alex Poatan e a resposta virá sem nenhuma demora: um dos maiores de todos os tempos.

alex pereira luta

Nascido em São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista, Poatan tem 35 anos e assim como a grande maioria dos brasileiros teve no esporte a sua grande ferramenta de ascensão social. E mais do que isso: viu a sua vida ser salva pela luta.

De uma vida no alcoolismo ao status de lenda dos ringues, Alex Poatan pode dar o saldo mais alto de sua carreira e conquistar o título do peso-médio do UFC caso vença novamente a não menos lenda do esporte Israel Adesanya.

Quem é Alex “Poatan” Pereira?

Apesar de ser ainda bastante jovem, com apenas 22 anos, Alex “Poatan”  Pereira já enfrentava um grave problema no ano de 2009: o alcoolismo. Buscando uma vida mais regrada, buscou no esporte uma porta de saída. E encontrou o caminho das glórias.

Poatan iniciou no kickboxing sem grandes pretensões naquele ano, sem nenhuma intenção de ser um lutador profissional.

Pouco tempo depois, escreveria o seu nome na história dos esportes de combate ao ser o primeiro homem campeão em duas categorias de peso diferente do Glory, o maior evento de Kickboxing do mundo.

Foi no Glory que o brasileiro enfrentou por duas vezes Israel Adesanya, o atual campeão do peso-médio do UFC, e venceu nas duas vezes. A primeira com uma decisão dos árbitros e a segunda impondo o único nocaute da carreira do nigeriano como lutador.

Agora, Alex Poatan pode fazer história e se tornar o terceiro brasileiro campeão do peso-médio do UFC em toda a história do evento. Depois de Murilo Bustamante e Anderson Silva, Poatan quer iniciar um novo reinado verde e amarelo na divisão.

Alex Pereira no UFC

A estreia de Alex Pereira foi recente, no dia 6 de novembro de 2021 no UFC 268. E o brasileiro logo de cara já levou para casa o prêmio de performance da noite.

Em apenas um ano no Ultimate Poatan já fará o seu quarto combate, tendo conquistado nas três primeiras lutas três vitórias, duas por nocaute e uma por decisão unânime dos árbitros.

Mas, a história não é feita sem eventos destacados, ou rivais que levem o conflito a outro nível e façam a trama avançar. Eis aqui que um novo capítulo começa para o Alex Pereira no UFC de cara ao seu confronto contra Israel Adesanya.

Israel Adesanya está invicto entre os pesos-médios do UFC: tem um cartel perfeito com 23 vitórias em 23 combates. A única derrota de sua carreira aconteceu quando tentou conquistar o cinturão dos meio-pesados e acabou derrotado por Jan Blachowicz.

alex pereira jogador

Sem adversários possíveis dentro do seu plantel de lutadores o Ultimate buscou Poatan no Legacy Fighting Alliance, outro evento de MMA, onde o brasileiro lutou por apenas uma vez.

Estatísticas do Alex Pereira

Alex Pereira pode não ser uma das lendas brasileiras do UFC mas  é uma verdadeira lenda do Kickboxing, trazendo consigo um cartel invejável com 40 lutas. Poatan venceu 33 vezes, sendo 21 delas por nocaute e teve sete derrotas, sendo duas delas por nocaute.

Quando falamos de MMA o seu cartel é bem mais modesto, já que o lutador entrou em ação nas artes marciais mistas em apenas sete oportunidades. Mas, se o cartel ainda é pequeno, as estatísticas animam quem quer  apostar no UFC: são seis vitórias e apenas uma derrota.

A única derrota de Poatan no MMA aconteceu justamente em sua estreia, no Jungle Fight 82 contra Quemuel Ottoni em 2015. Alex foi finalizado com um mata-leão aos 2m52s do terceiro round.

As melhores lutas de Alex Pereira

Alex Poatan tem um estilo de luta bastante agressivo e costuma resolver todos os seus combates em pé. Em suas seis vitórias como lutador profissional de MMA em apenas uma delas a vitória não veio com um nocaute.

As últimas três lutas do brasileiro aconteceram já no UFC, em um período bastante curto de um ano. As três primeiras de sua carreira aconteceram há muito tempo, entre 2015 e 2016.

Vale a lembrança que Poatan teve uma longa pausa em sua carreira, deixando o MMA para voltar ao Kickboxing em 2016 e voltando para as artes marciais mistas apenas no ano de 2020.

Alex Poatan x Bruno Blindado

O também brasileiro Bruno Silva, o Bruno Blindado, chegou ao UFC com o status de campeão do M-1 Challenge, o maior evento de MMA da Rússia. E fazia bonito no Ultimate com três vitórias consecutivas até encontrar Poatan pela frente.

O confronto entre os dois abriu o card principal do UFC Fight Night 203 e foi até aqui o duelo mais difícil da carreira de Alex Pereira. Blindado conseguiu resistir por três rounds, mas foi derrotado por decisão unânime dos árbitros.

Alex Poatan x Andreas

A estreia de Alex Poatan foi cercada de grande expectativa por todos os fãs do UFC e pelo próprio Dana White, o presidente da organização.

A expectativa era tanta que o brasileiro já fez a sua estreia em um card numerado e com venda de PPV, realizado no Madison Square Garden. Coincidentemente, esse será o mesmo palco do duelo de Poatan e Adesanya.

O brasileiro fez bonito e mostrou logo o seu cartão de visitas com uma joelhada voadora no início do segundo round. O resultado: um nocaute fulminante que garantiu o bônus de performance da noite.

Alex Pereira x Powell

Depois de fazer a sua estreia e mais duas lutas no Jungle Fight o brasileiro Alex Poatan deu uma pausa em sua carreira no MMA e voltou para o Glory para continuar brilhando no kickboxing.

O retorno para as artes marciais mistas aconteceu apenas em 2020, depois de ser convidado para participar de um camp de preparação do brasileiro Glover Teixeira. Esse encontro reacendeu a vontade de Poatan de voltar ao MMA e para isso ele assinou um contrato com o LFA.

No Legacy ele fez apenas um combate, contra Thomas Powell e precisou de menos de um round para vencer com um nocaute.

Conclusão

Alex Poatan é um novato aprendendo na UFC, mas uma lenda dos eventos de luta em pé e trocação. O brasileiro tem apenas 35 anos e já tem chance de fazer história e se tornar o terceiro atleta do país a conquistar o cinturão do peso-médio do UFC.

ring ufc

A honra já coube a Murilo Bustamante e Anderson Silva, considerado por muitos como o maior lutador de MMA de todos os tempos.

Depois que o Spider foi derrotado, outros três brasileiros tentaram o título sem sucesso: Vitor Belfort e Lyoto Machida foram derrotados por Chris Weidman e Paulo Borrachinha perdeu para Adesanya, o rival de Poatan na luta pelo título.

Rolar para cima