Rodrigo De Paul, a versatilidade que a Argentina precisa no Catar 2022 Rodrigo De Paul, a versatilidade que a Argentina precisa no Catar 2022 - Bodog Blog
Facebook
Instagram
Youtube
Bodog

Rodrigo De Paul, a versatilidade que a Argentina precisa no Catar 2022

Rodrigo De Paul, atual jogador do Atlético de Madrid, posicionou-se como peça chave no maquinário da seleção argentina sob a liderança de Lionel Scaloni. Além de ser o melhor parceiro de Lionel Messi, o volante se destaca por sua enorme capacidade de estar nos dois lados do jogo, embora sua força seja ofensiva.

Rodrigo De Paul
Venha conhecer as principais características de um jogador fundamental para as aspirações da Argentina na Copa do Mundo de 2022 Catar, que será disputada de 21 de novembro a 18 de dezembro. Você já conhece os estádios em que o torneio será disputado?
Rodrigo De Paul
Dados pessoais:

Nome: Rodrigo Javier de Paul
Data de nascimento: 24 de maio de 1994
Local de nascimento: Sarandi, Argentina
Idade: 28 anos
Estatura: 180 cm
Peso: 70 kg
Posição em campo: Volante
Equipe: Atlético de Madrid, Espanha.
Número da camisa na seleção: 7

Prêmios:

Melhor Seleção da Copa América 2021

Rodrigo de Paul: uma carreira com altos e baixos, mas que conseguiu se consolidar

Rodrigo Javier de Paul jogou por 4 clubes ao longo de sua carreira:

  • Racing Club (Argentina)
  • Valencia (Espanha)
  • Udinese (Itália)
  • Atlético de Madrid (Espanha)

Ele fez sua estreia profissional em 2013 em um dos maiores clubes da Argentina, o Racing Club de Avellaneda. Na “Academia”, disputou 71 jogos, marcou 7 gols e deu 7 assistências.

Seus bons números lhe renderam a transferência para o Valencia, na Espanha, em 2014, onde não atuou como esperado. Além disso, ele teve uma estreia para não ser lembrada, pois foi expulso antes de entrar em campo. Depois de uma passagem instável no clube valenciano, em que marcou 2 gols e deu 4 assistências em 44 jogos, voltou à Argentina, ao Racing, em 2016.

Rodrigo De Paul jugador de futbol

Sua permanência no clube albiceleste foi curta, pois retornou à Europa 6 meses depois. No Valencia, ele não teria lugar, por isso foi transferido para a Udinese na Itália, onde finalmente mostrou todo o seu potencial.

No clube italiano, disputou 184 partidas, marcou 34 gols e deu 36 assistências, com média de um gol ou assistência a cada 2,6 jogos. Considerando a posição de volante, seus números foram excelentes.

Assim, ele se tornou um jogador mais completo: um volante que atualmente é conhecido como polivalente, capaz de cobrir vários setores do campo, tanto no ataque quanto na defesa.

Este excelente desempenho rendeu a ele uma transferência para o clube mais importante que jogou até agora: o Atlético de Madrid, da Espanha. Sob o comando de Cholo Simeone, marcou 4 gols e deu 2 assistências em 48 partidas. Embora não tenha brilhado como esperado, é um jogador de enorme talento.

Desde seus primeiros dias, De Paul jogou como volante. Graças à sua polivalência, pode atuar no interior, exterior ou mesmo como articulador. Embora tenha começado como atacante ativo no último terço do campo, seu crescimento foi exponencial e ele se tornou pivô e volante ao mesmo tempo. Um jogador daqueles que são raros.

Rodrigo De Paul jugador de futbol
Seus pontos fracos são:
  • Marcação
  • Jogada aérea
Suas melhores características são:
  • Excelente assistente
  • Excelente controle de bola
  • Bom tiro de longa distância
  • Grande capacidade para chutes de longa distância

Seu valor de mercado atual é de 40 milhões de euros, segundo a Transfermarkt.

De Paul na seleção argentina, peça-chave na engrenagem de Lionel Scaloni

Na seleção argentina, De Paul confirma sua versatilidade para que o técnico, Lionel Scaloni, o coloque onde considere melhor. Se a Argentina joga com dois volantes, então o jogador do Atlético de Madrid é um deles. Se joga com apenas um, por outro lado, ele se posiciona como um exterior, como um volante de ida e volta.

Com a seleção, De Paul disputou 41 partidas, marcou 2 gols e deu 7 assistências. Ele brilhou principalmente na Copa América de 2021, quando foi campeão e fez parte da Equipe Ideal do torneio.

Tem uma excelente parceria com ninguém mais que Lionel Messi. Por exemplo, na citada Copa América, eles trocaram 86 passes, sendo os que mais o fizeram no torneio. Eles se auxiliam nos gols e buscam se complementar na construção das jogadas ofensivas.

De Paul deve brilhar no Catar 2022 se Argentina quiser ser campeã

Para a Copa do Mundo do Catar 2022, Rodrigo De Paul estará na lista de convocados, pois é peça-chave na equipe de Scaloni.

Na Copa do Mundo, a Argentina ficou no Grupo C com Arábia Saudita, México e Polônia. Se passar de fase, jogará nas eliminatórias do Grupo D. Se ficar em primeiro lugar, é provável que enfrente a Dinamarca  nas oitavas de final, embora um deslize possa colocá-los de frente com a França, uma das equipes mais fortes do torneio, que buscará defender o título.

De Paul

A seleção argentina teve um excelente desempenho sob o comando de Scaloni , quando cada um dos membros da equipe sabe o que está fazendo e para que está jogando. De Paul se encaixa perfeitamente nessa engrenagem. Na verdade, ele brilha muito mais pela seleção do que pelo clube, talvez porque o técnico da seleção saiba exatamente o que pedir e esperar dele.

No Catar 2022,De Paul será certamente o jogador de que sua equipe precisa.