Mulheres que jogam blackjack, conheça algumas que quebraram tabu Mulheres que jogam blackjack: conheça algumas que quebraram tabu - Bodog Blog
Facebook
Instagram
Youtube
Bodog

Mulheres que jogam blackjack, conheça algumas que quebraram tabu

A história da presença de mulheres em jogos de cassinos começou a partir de 1960, quando gradualmente começaram a quebrar os padrões em um ambiente, até então, frequentado exclusivamente por homens. Atualmente a história tem se repetido no cassino online: a cada dia que passa, mais marcante é a presença feminina nos jogos de cartas pela internet.

mulheres jogam blackjack

Neste artigo selecionamos algumas personalidades que fizeram história no blackjack, um dos mais clássicos jogos de cassino onde se utilizam 8 baralhos de 52 cartas. E não pense você que as mulheres jogam como diversão ou distração —elas jogam é para ganhar!

Gladys Knight

Nascida em 1944 em Atlanta, na Geórgia, a premiada cantora de soul e R&B Gladys Knight viveu por muito tempo escondendo uma paixão: o blackjack. Em sua autobiografia, Gladys dedicou alguns capítulos às suas histórias com as cartas. Ávida jogadora de cassinos, no início ela realizava suas apostas secretamente.

Conforme o tempo passou, a cantora já não se intimidava mais em ser avistada nas mesas das mais famosas casas de apostas de Las Vegas e Atlantic City. Há quem afirme que Gladys Knight já conseguiu ganhar US$ 60.000 em apenas uma noite jogando blackjack.

Angie Hardy

Antes da fama, Angie Hardy era apenas uma mãe solteira que morava em Colorado Spring, no Estado do Colorado. Apelidada de “Angie Moneymaker” pelos seus adversários, a mulher apresentava um estilo de jogo agressivo nas mesas de blackjack.

Angie começou a disputar nas ligas inferiores e, após adquirir experiência, passou a competir em torneios de alto perfil, como o Ultimate Blackjack e o World Series of Blackjack. Seu estilo de jogo lembrava o comportamento de Chris Moneymaker à mesa, justificando assim, seu apelido.

Alice Walker

Alice Walker não era tão conhecida no cenário mundial do blackjack até vencer, em 2007, a World Series of Blackjack. O evento, transmitido ao vivo para milhares de pessoas, consagrou Alice Walker como uma das melhores jogadoras do mundo, além dela ter embolsado o prêmio de US$ 500.000 da competição.

Em 2006, Alice Walker havia sido campeã do National 3-Card Poker Championship, o que a tornou a única mulher no mundo detentora dos 2 títulos. Infelizmente, até hoje Alice nunca chegou ao Hall da Fama, embora o mereça bastante.

Eleanor Dumond

Em 1854 a francesa Eleanor Dumond se mudou para a Califórnia, para abrir seu próprio cassino. Com um histórico que a fazia ser a primeira mulher jogadora de cartas profissional no mundo, e após ter trabalhado como dealer no cassino Bella Union, função até então desempenhada por homens, Eleanor fundou seu próprio cassino, chamado “Vingt-et-Un” (nome original do blackjack).

mulheres apostar jogos mesa

Em seu cassino, Eleanor estabeleceu várias regras, e não se amedrontava ao expulsar de sua casa de apostas jogadores que se exaltavam à mesa, ou que proferiam impropérios. As regras impostas por ela não foram facilmente aceitas no princípio, mas pouco a pouco os apostadores começaram a compreendê-las e aceitá-las sem hesitação.

Eleanor participava de disputas em sua casa de apostas e rapidamente se tornou a melhor jogadora de blackjack da Califórnia, distribuindo taças de champanhe independentemente do resultado da partida.

Conclusão

A história nos prova que o talento nos jogos de cartas desconhece gêneros e, embora a lista dos melhores jogadores de cartas do mundo seja praticamente dominada por nomes masculinos, vale lembrar que a primeira licença de jogo comercial foi emitida para uma mulher —Mayme Stocker— em 1931.

Se você gosta de jogar blackjack online, poker e tantos outros jogos clássicos de cassino, saiba que você faz parte de uma grande comunidade no Brasil e no mundo. Ao passar pelo site Bodog, não deixe de conferir as opções de jogos oferecidas por lá!