Facebook
Instagram
Youtube
Bodog

Revisando mascotes de todas as Copas do Mundo

O que é um mascote da Copa do Mundo?

O mundo do futebol se apropriou da ideia do entretenimento e todos os grandes clubes de hoje contam com uma figura para se relacionar com os torcedores. Isso aconteceu porque lá atrás, quando surgiram essas figuras divertidas, também surgia o mascote da Copa do Mundo.

A ideia da FIFA na época era atrair uma maior quantidade de espectadores para os estádios e também criar uma relação com os mais jovens. Hoje em dia a tradição continua, porém essas imagens dão o que falar nas redes sociais durante todo o evento.

Apostar em Copa do Mundo não é algo fácil, é preciso de muita análise e 4 anos de preparação. No entanto, apostar em um mascote que funcione é bem mais difícil. Ainda mais que todos estão esperando ansiosos para criticar a nova escolha. Vamos conhecer todos?

Quem foi o primeiro mascote da Copa do Mundo?

Ao acaso, o mascote foi apresentado a partir de um desenho feito por uma criança. Nada mais justo, já que a ideia era atrair os mais jovens e poder criar um vínculo com eles. De uma forma ou de outra, em 1966 na oitava edição, foi oficializado a tradição e passamos a conhecer: Willie, o leão.

Os primeiros mascotes de Mundial de Seleções

A primeira geração de animadores de público iniciou-se na Inglaterra e passou por México, Alemanha, Argentina e Espanha. Nesse primeiro momento, a ideia de usar esse artifício foi sendo implementada com o público. Veremos um por um.

Willie: 1966 Copa da Inglaterra

Com traços muitos simples, o Leãozinho mascote da Copa do Mundo e primeiro da linhagem foi um grande sucesso. Acabou sendo conhecido como World Cup Willie devido a  sua inspiração para Lonnie Donegan criar o tema do evento.

mascote willie inglaterra

Originalmente foi representado pelo animal símbolo do país vestido com as cores da bandeira e o nome  world cup no centro da camisa.

Juanito: 1970 Copa no México

Quatro anos depois passamos ao México com um mascote que não foi muito bem aceito: O menino Juanito. De acordo com a população, a imagem que representava a Copa era muito folclórica, no entanto era fiel a imagem que se tinha do país para outras partes do mundo.

juanito mascote mexico

Juanito possuía um nome bastante comum no país. Considerado a primeira forma física humana entre os mascotes, era representado por um menino e seu sombreiro.

TipTap: 1974 Copa na Alemanha Oriental e Ocidental

A Copa de 1974, que teve como campeão o próprio país sede, aconteceu em um momento tenso. A Guerra Fria seguia seu ápice, que só terminaria com a queda do muro de Berlin. Alemães se dividiam entre oriente e ocidente.

tiptap copa mundo alemanha

Logo, seu mascote era representado por uma tentativa de união entre os dois lados. Sendo duas figuras humanas que se abraçam, mostrando a união dos lados perante o mundo.

Gauchito: 1978 Copa na Argentina

De volta a América Latina, os hermanos argentinos tiveram a sua vez de apresentar um mascote. Para isso escolheram um símbolo mais do que condizente, Gauchito.

gauchito mundial argentina

O símbolo do povo Gaúcho que existe no sul das Américas, inclusive no Brasil, leva sua roupa característica em uma camisa da Argentina.

Naranjito: 1982 Copa na Espanha

Viajando de volta a colônia temos o mascote inusitado representado por uma fruta. Seu nome vem da palavra laranja em espanhol e serve de homenagem a um produto abundante no país.

naranjito fifa mundial espanha

Não muito aceito foi ganhando o gosto popular durante as épocas seguintes, contando inclusive com uma série de desenhos para a garotada.

A segunda fase dos mascotes de Copa do Mundo

Já para a segunda fase da era dos mascotes nos eventos da Copa, os países que tiveram a missão de escolher seus animadores foram: México, Itália, Estados Unidos, França e Coreia do Sul/ Japão.

Pique: 1986 Copa no México

Pela segunda vez a copa é protagonizada em solos mexicanos e outro mascote com temática da região usando um sombreiro característico.

pique copa mundo mascote

Dessa vez uma pimenta foi escolhida, produto conhecido por ser utilizado nas mesas mexicanas.  Para fechar com chave de ouro a pimenta ainda conta com um bigode típico da região.

Ciao: 1990 Copa na Itália

Sem dúvida o mascote mais estranho de todos é o dos italianos. Com uma bola para representar a cabeça e cubos nas cores da bandeira a figura mais parece uma brincadeira com formas geométricas.

mascote italia copa mundo

Seu nome provém de uma palavra muito conhecida em todo o mundo por ser tipicamente italiana. Pode tanto significar oi como pode significar tchau.

Striker: 1994 Copa nos Estados Unidos

Ainda com o objetivo inicial de popularizar o esporte e ser amigável, os solos norte-americanos escolheram ser representados por um cachorro.

strike mascote fifa mundial

O motivo é simples, afinal, nada mais amigável do que esse animal. Sem contar que era o bicho de estimação mais comum na época.

Footix: 1998 Copa na França

Em 98 tivemos o prazer de conhecer o Footix. E, diferente do que muitos imaginam, não é um pica-pau e sim um galo.

galo fifa copa mundo franca

Foi escolhido por representar a França e seu nome é uma mistura entre o nome do famoso desenho do país: Asterix e a palavra futebol.

Ato, Kaz e Nik: 2002 Copa na Coréia do Sul e Japão

Não um, não dois e sim três mascotes foram decididos por países sedes em 2002. Japão e Coreia dividem as partidas e também os mascotes.

copa mundo fifa coreia japao

A ideia era representar algo futurista e que homenageia a matéria prima mais difundida entre eles: a tecnologia!

A nova geração deles!

Pois bem, agora chegamos ao final da lista com os mais novos membros do grupo de mascotes para os torneios de seleções organizados pela FIFA de 4 em 4 anos. Os países dessa vez são: Alemanha, África do Sul, Brasil, Rússia e Catar.

Goleo VI: 2006 Copa na Alemanha

Os mascotes desta edição foram 2 em 1, isso porque as formas são duas, no entanto o oficial é somente o Goleo.

mascote alemanha fifa

Na sua mão é possível ver um bolo com feições humanas e que se chamava pille. Por mais dócil que possa parecer, o urso com o bolo na mão pode assustar um pouco.

Zakumi: 2010 Copa na África do Sul

Voltando a imagem felina inicial a áfrica do sul apresenta o seu mascote como um animal mas do que importante: O Leopardo!

leopardo mascote africa fifa

Seu nome pode ser lido como vem aqui em relação a chamar o público para vibrar com ele. Essa foi a Copa em que conhecemos os instrumentos mais intensos dos estádios de futebol, a vuvuzela.

Fuleco: 2014 Copa do Brasil

O primeiro mascote nacional seguiu a ideia dos anteriores e representou um animal importante para a fauna brasileira: O tatu-bola.

fuleco mascote brasil copa

O mesmo foi escolhido por voto popular e seu nome surge da junção entre futebol e ecologia.

Zabivaka: 2018 Copa na Rússia

O último mascote foi oferecido pela Rússia e não fugiu muito da lógica até agora. O mais importante é que tentaram ser mais simples e parece que acertaram.

copa mundo russia fifa

Seu nome em russo significa: “Aquele que marca gol”, muito propício para o evento e com esperança de que a Rússia tivesse um bom desempenho.

La'eeb: 2022 Copa no Catar

Chegando as datas atuais nós tivemos a apresentação do novo mascote no dia 1 de abril e inclusive muitos acharam que era mentira.   

apostar fifa qatar copa

Muitos acharam que era um fantasma, porém foi explicado que se trata de uma Ghutra, aqueles lenços tradicionais do país.

Conclusão

Sem dúvidas os mascotes já são elementos fundamentais das Copas do Mundo e cada vez são mais pensados e elaborados de modo que sirvam como um cartão-postal da competição. Porém, isso não tira o fato de que são bastante engraçados alguns deles e se tornaram verdadeiros ícones do torneio. Uma Copa do Mundo está feita de muitos elementos, na hora de se divertir é sempre bom ter muita informação. E o lugar de informação é aqui!