Facebook
Instagram
Youtube
Spotify
Bodog

Maria Lampropulos, a vencedora do poker

Uma das mulheres de maior expressividade no poker mundial não é apenas uma forte representante feminina no esporte, mas também latina. Desde 2014, Lampropulos participa de grandes campeonatos ao vivo e coleciona algumas vitórias.

maria lampropulos melhor poker argentina

Venceu o Latin American Poker Tour (2015) e os eventos principais do European Poker Tour – EPT (2016), do Partypoker Millions (2017) e do PokerStars Caribbean Adventure (2018); f. Foi segunda colocada no WPT National bwin.be (2016) e no evento principal do Eureka Poker Tour (2016); e foi a primeira mulher a conquistar um bônus de vitória de pouco mais de US$ 1 milhão.

Nada mal, não é? Por isso, hoje vamos dedicar este texto para falar um pouco mais  sobre a carreira promissora de Maria Lampropulos. 

A jogadora de poker argentina

Natural de Buenos Aires, a profissional já brilhou em diversos torneios mundo afora, conquistando, ao todo, quase US$ 4 milhões em prêmios. Em seu país, a jogadora fica atrás apenas de Iván Lucá, que acumula US$ 5,7 milhões. Os dois namoram e representam um dos casais mais vitoriosos do ramo!

maria lampropulos casal ivan luca poker

Atualmente, Lampropulos é a 10ª colocada no ranking das mulheres mais bem-sucedidas. Sendo a melhor qualificada entre as jogadoras da América do Sul, e divide o cenário sul-americano do esporte mental com outros nomes de peso. Como as brasileiras Ana Freitas, Dayane Kotoviezy, Gabriela Belisário, Nadin Kuntze e Vivian Saliba.

As maiores ganhadoras do poker

Além de Lampropulos, o poker tem a sorte de contar com outras jogadoras que já realizaram feitos incríveis: Vanessa Selbst, Maria Ho, Annie Duke, Vanessa Rousso, Barbara Enright e Xuan Liu. Essas mulheres deixaram suas marcas em torneios como Party Poker Million, WSOP, WSOP, WTP, EPT, entre outros. Com direito à participação no Poker Hall of Fame. Se quiser saber um pouco mais sobre as melhores jogadoras de poker do mundo, fique atento aos textos que publicamos aqui no blog!

Maria Lampropulos: a melhor da América Latina

Quem acompanha o universo do poker viu que a argentina foi a grande campeã do PCA 2018. Mas o que essa conquista representa de verdade? Bom, além de alavancar a carreira de Lampropulos, a vitória de um dos campeonatos mais importantes do circuito também mostra a qualidade e a potência das mulheres, especialmente as latinas. Isso porque, além de ser a primeira jogadora a ser campeã do torneio, o título também foi inédito entre as jogadoras da América Latina.

maria lampropulos pca caribbean poker campea

Para muitos, talvez, o feito pode não ser tão expressivo assim. Mas, em um universo dominado por homens e de origem norte-americana, chinesa, canadense e europeia, histórias de êxito como essas devem ser comentadas, divulgadas e comemoradas. As mulheres no poker já são realidade e, cada vez mais, estão alcançando espaços e competições de prestígio.     

Qual lição podemos aprender com Maria Lampropulos?

Além das conquistas que citamos ao longo do texto e da representação de gênero e origem, há outra coisa importante que Lampropulos pode nos ensinar. Qualquer um pode ser um profissional de poker de sucesso. A jogadora é mulher, latina e começou a participar de grandes torneios já depois dos 30 anos de idade. Basta gostar muito do esporte, aprender a essência do esporte, treinar bastante e se arriscar. Por essas e outras, Lampropulos é uma referência e uma inspiração para nós e temos certeza que para muitas pessoas ao redor do mundo!