Facebook
Instagram
Youtube
Bodog

James Grosjean: o melhor jogador de blackjack da história

Conhecedores de blackjack sabem que o principal nome do jogo é James Grosjean. Um jogador que apesar de sua pouca idade, possui uma história extensa que vai desde bolsas de estudo em conceituadas universidades, até a passagem pelas celas frias de delegacias de polícia.

james grosjean blackjack

Autor do conceituado livro lançado no ano 2000, ““Beyond Counting: Exploiting Casino Games from Blackjack to Video Poker”, James Grosjean mais do que apenas um jogador, é um pesquisador da arte dos jogos e por isso é o integrante mais jovem a entrar no Hall da Fama do Blackjack. Pois com o devido ensejo passemos das introduções e vamos estudar um pouco mais a fundo a história de James Grosjean.

A juventude de um grande jogador

James cresceu no bairro de Chatham, Nova Jersey, em um lar em que os dados e a programação eram assuntos recorrentes Seu pai, entusiasta dos computadores foi o editor da Sync Magazine, revista lançada em 1984 e especializada no microcomputador Sinclair baseado no microprocessador Zilog Z80.

De jovem, James tomou o gosto pela computação e costumava usar o Sinclair de seu pai para ajudar a mapear as possíveis estratégias de seus amigos enquanto jogavam um jogo de origem chinesa chamado Mahjong. Com a ajuda da computação, James conseguia ganhar um grande número de partidas.

Aliás não se tratava apenas do Mahjong, seus amigos detestavam jogar qualquer tipo de jogo com ele, já que segundo eles James era um extraordinário jogador, parecendo saber qual a jogada perfeita para cada ocasião, independentemente do jogo.

Da Harvard Business School aos cassinos de Las Vegas

James foi um estudante aplicado durante a juventude o que o levou a ganhar uma bolsa de estudos na Harvard Business School. Entre uma semana e outra JG descansava jogando poker e blackjack com seus amigos de faculdade. Ao completar 21 anos resolveu conhecer o era jogar blackjack em um estabelecimento especializado, então não teve dúvidas, comprou uma passagem e embarcou para Las Vegas.
james grosjean casinos

Nos cassinos de Las Vegas, James não teve um êxito notável, entretanto confessa ter ficado maravilhado com a experiência de se estar jogando com profissionais. Em Bodog você também pode jogar 21 ao lado de profissionais e entusiastas de blackjack e muitos outros jogos de mesa.

Um insight durante o jogo

A vida de James nos cassinos não foi muito assídua até que ele estivesse deixando os 20 anos. Por essa época ele estava tentando um mestrado em matemática na Universidade de Chicago. Uma noite, jogando para descansar, James, por um descuido do dealer, pode vislumbrar qual seria a próxima carta. Isso permitiu que ele obtivesse uma grande vantagem em relação à casa e pudesse vencer a partida.

A pequena espiada na carta do croupier fez James refletir: vantagens assim devem acontecer com bastante frequência. Voltando para casa James concluiu que para vencer um cassino deveria ser capaz de aproveitar todas as chances de aumentar sua possibilidade de ganho.

Para isso estudou as probabilidades em diversos cenários, usando os computadores para simular milhares de casos, estudou-os de modo a identificar padrões. Além de estar atrás da matemática envolvida, James foi o responsável por desenvolver as equações mais precisas por trás das estratégias em blackjack.

James também estudou e desenvolveu métodos de observação de padrões de baralho, que depois dariam origem a técnicas como edge sorting ou leitura de borda.

Problemas em cassinos

Pela páscoa do ano 2000 aconteceu um incidente grave. James estava jogando com seu companheiro de jogo Michael Russo no renomado Casino Imperial Palace. Em poucos minutos os dois já haviam ganho algumas dezenas de milhares de dólares o que levantava suspeita que estivessem usando algum método para trapacear. Após um descuido do dealer, James vislumbrou a carta do dealer e com isso conseguiu vantagem na partida.

Os responsáveis pela segurança detiveram a dupla quando estes deixaram a mesa e chamaram a polícia. Após o interrogatório estes confessaram que haviam visto acidentalmente uma carta do dealer, mas que de toda maneira isso não era considerado trapaça. O parceiro de James foi liberado da cela no dia seguinte, mas James foi mantido na cadeia por 5 dias, muito embora nenhum deles foi acusado formalmente de qualquer delito.

Somente algumas vezes depois, algo similar aconteceu. James foi jogar no Caesars Palace e notou que ao chegar no local já estava sendo monitorado. Antes mesmo que James pudesse se sentar para jogar decidiu deixar o local e na saída foi abordado por seguranças, levado a uma sala onde foi interrogado, revistado e agredido.

Vencendo nos tribunais

James esperou 5 anos até ingressar com uma ação contra os cassinos e também contra a empresa de segurança que era a mesma para os dois cassinos. James obteve vitória a seu favor contra todos. As cenas da agressão conseguidas pelo seu advogado foram bastante contundentes. Os cassinos puderam cobrir os gastos, mas a empresa de segurança foi à falência. James conseguiu receber aproximadamente quatrocentos mil dólares.

Essa vitória, além de ser um ajuste de conta de James, foi também uma vitória de todos os jogadores profissionais que, usando de suas habilidades extraordinárias, conseguiam vencer nos jogos de blackjack. A vitória nos tribunais foi considerada por muitos tipos de jogadores de blackjack como o reconhecimento da legalidade de sua atividade.

O grande jogador

James é um jogador extraordinário pelas suas grandes habilidades de raciocínio e de observação, sendo considerado o melhor jogador de 21 de todos os tempos. Grosjean segue ativo escrevendo em muitos meios e fazendo do blackjack um jogo ainda mais técnico.

Gostou da história desse grande jogador? Pois faça como James, siga perseverando no jogo e estudando cada vez mais e seguramente seu futuro será auspicioso! Que tenha um bom jogo!