Facebook
Instagram
Youtube
Bodog

Você sabe o que é All-in no poker e quando usá-lo?

O poker é um jogo repleto de nomes, conceitos e estratégias. São tantos que, se você não ficar bem atento, pode acabar se confundindo e, se estiver jogando, até sair no prejuízo. Por isso, queremos te ajudar e te contar um pouco mais sobre um dos conceitos mais famosos do poker e, na realidade, poucas pessoas sabem como usá-lo corretamente.

all in poker

Estamos falando do popular All-in. Embora pareça algo muito simples de entender – em certa medida é! –,o All-in pode ser mais do que uma jogada do tipo “tudo ou nada”, ele pode ser uma estratégia muito útil se o jogador souber o que está fazendo. Vamos começar?

Apostando tudo o você tem

O conceito de All-in é bem simples: é quando o jogador aposta todas as fichas que tem. Isso pode ocorrer em várias situações no poker online. As mais comuns são: 

  1. Quando o jogador não tem as fichas suficientes para pagar a aposta;
  2. Quando o jogador está com uma excelente mão e quer aumentar o tamanho do valor do pote;
  3. Como uma forma de blefe, na tentativa de fazer os outros jogadores desistirem;
  4. Quando o jogador necessita aumentar sua quantidade de fichas;
  5. Como uma técnica de bullying para ficar com as fichas de um adversário que faz fold frequentes.

Quando isso acontece, pode ser por estratégia do jogador ou simplesmente por falta de opção. O importante é que você saiba que o All-in não é realizado somente por jogadores ruins que perderam tudo, mas também como uma tática de grandes competidores.

Quando dar um All-in?

Como vimos, o All-in pode ser usado mais do que uma simples falta de opção. Há várias situações onde o All-in pode ser uma estratégia bastante útil. A questão é: como saber quando usá-lo? Este é um aspecto importante, pois esta é considerada uma das estratégias mais arriscadas, o que torna fundamental conhecê-la bem.

O All-in pode vir de um blefe por questão de mão franca ou de uma extrema segurança na mão. Se você se encontra em uma destas situações, já tem o primeiro sinal de que pode ser um bom momento para o All-in.

Outro fator importante vem através da leitura dos adversários. Se você perceber que seu adversário está por uma carta para fazer uma boa mão, você pode dar All-in para tentar fazê-lo desistir. É arriscado, porque, se ele aceitar, você pode se dar mal.

Numa situação em que você tem poucas fichas e necessita de mais para poder seguir no jogo, o All-in pode ser a solução.

Quando não fazer All-in?

Mais importante do que saber fazer um All-in, é saber quando não fazê-lo. Suponhamos que você esteja jogando um torneio de poker da Bodog e você tem uma mão super forte. Você pode querer dar All-in para tentar roubar mais fichas dos seus adversários. Este não é o melhor momento, pois você pode assustar os outros jogadores fazendo-os desistir.

Vamos dizer a verdade: saber dar um all-in é quase uma arte dentro do poker. Quem sabe usá-lo, pode se dar muito bem. Por isso, siga estudando e treinando!